Jovem Programador - Prototipação: chegou a hora de modelar as ideias

Prototipação: chegou a hora de modelar as ideias

Prototipação: chegou a hora de modelar as ideias

Por Fábian Luiz Mendonça Souza (Caco), professor, mentor, organizador e facilitador de processos de inovação corporativa e acadêmica do Senac SC

Ok, agora que validamos o problema, fizemos o brainstorming para encontrar uma solução e definimos qual ideia vamos desenvolver, chegou a hora de “pôr a mão na massa”! Mas, por onde começar?

Vamos para a "prototipação”! A partir da ideia de solução, nosso time vai construir um protótipo e entregar o MVP (Mínimo Produto Viável).  O MVP pode ser de baixa ou de alta fidelidade:

Baixa fidelidade - Geralmente, é uma pesquisa de interesse para entender se estamos indo no caminho certo com a ideia da solução. A ideia é coletar feedbacks que possam melhorar nossa entrega. Esse MVP pode ser uma entrevista, uma landing page ou até vídeo explicativo, e é considerado de baixa fidelidade, porque não “roda” de verdade.

Alta fidelidade - É quando criamos um protótipo “funcional”, ou seja, ainda não está pronto, mas apresenta o que se propõe a entregar. Pode ser feito desde um "Frankenstein" com planilha + formulário + slides + trabalho manual… Mas, também pode ser um protótipo mais "profissional”, produzido em uma ferramenta adequada e com a interface mais próxima ao que se espera da solução quando estiver finalizada.

Os dois tipos de prototipação (alta e baixa fidelidade), servem para que a pessoa usuária entenda do que se trata a solução e consiga passar o máximo de feedbacks para o time que está desenvolvendo o projeto. O objetivo do MVP - Mínimo Produto Viável é entregar uma solução em um tempo menor e com custos reduzidos para entender se ela atende à demanda do mercado. 

Depois de produzido o MVP, é hora de apresentar a solução. Mas, calma, esse é um assunto para o próximo post.

E aí, já se inscreveu para o Hackathon 2022 do Jovem Programador? Monte a sua equipe! As inscrições estão abertas. A maratona de inovação acontece de 3 a 10 de dezembro, exclusivamente para alunos do programa. Mais informações no site: jovemprogramador.com.br/hackathon.  

Foto: Christina Morillo/Pexels


Publicado em 21/11/2022 09:50:00

Sobre o Programa

O JOVEM PROGRAMADOR é um PROGRAMA de capacitação tecnológica para formação de jovens a partir de 16 anos para atuar em empresas do Estado de Santa Catarina, independentemente do local onde estejam instaladas.

O curso permite que jovens possam se capacitar em Tecnologia da Informação através do parceiro de ensino, o Senac SC - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - que dispõe de ampla experiência na área de formação e capacitação de profissionais e disponibilizará as instalações em aproximadamente 20 municípios de Santa Catarina.

Os jovens contam com toda infraestrutura técnica e aulas de forma híbrida - online e presencial. 

A empregabilidade é o foco do PROGRAMA, que não mede esforços para gerar aos alunos a oportunidade de conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho, especialmente nas empresas patrocinadoras e parceiras. O objetivo é proporcionar aos alunos ensino de qualidade, com metodologia e desenvolvimento de habilidades alinhadas às reais necessidades do setor de tecnologia. 

Em 2024, o PROGRAMA se destina a jovens:

  •  Com idade mínima de 16 anos:

  •  Escolaridade mínima: cursando o ensino médio

  •  Que residam nas cidades beneficiadas pelo programa ou em cidades vizinhas

O PROGRAMA é de iniciativa do SEPROSC (Sindicato das Empresas de Processamento de Dados do Estado de Santa Catarina) e realização do SENAC SC.

Para a edição de 2024, o Jovem Programador estará nas seguintes cidades catarinenses:

Araranguá, Blumenau, Brusque, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Fraiburgo, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages,  Maravilha, Palhoça, Rio do Sul, São Miguel do Oeste, Tubarão, Videira e Xanxerê.

>

Inscrição

Inscrições encerradas